Tabela 1.
Classificação das Causas de Fístula Vesicovaginal*

Congênita

Adquirida

  • Pós-operatória
        Histerectomia total abdominal
        Histerectomia vaginal
        Suspensão do colo vesical
        Colporrafia anterior
        Histerectomia radical
        Laparoscopia pélvica
        Biópsia em cone do colo uterino
  • Pós-radioterapia
  • Carcinoma avançado
  • Tocotraumatismo
  • Infecção – Tuberculose
  • Corpo estranho vesical ou vaginal
  • Terapia de injeção subtrigonal (fenol)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tabela 2.
Indicações de Uso de Retalhos na
Correção de Fístulas Vesicovaginais

· Fístulas grandes
·
Fístulas complexas
·
Fístulas localizadas na cúpula vaginal
·
Fístulas múltiplas
·
Fístulas recidivantes
·
Fístulas com presença de fibrose intensa
·
Fístulas pós-radioterapia
·
Fístulas de causa isquêmica
   (Tocotraumatismos)

·
Dúvida na qualidade da sutura