barresu.gif (2603 bytes)

Objetivos: Apresentar uma nova forma de utilização do expansor peri-uretral na tratamento da incontinência urinária feminina.

Pacientes e Métodos: Cinco pacientes do sexo feminino com idades variando entre 55 e 78 anos portadoras de incontinência urinária de esforço foram tratadas através da implantação do expansor peri-uretral utilizando-se um acesso combinado, perineal e abdominal. O dispositivo aqui utilizado como sling pois não sofrerá ativação é acoplado ao redor da uretra e ali ajustado de acordo com o diâmetro. Através de uma pequena incisão na parede abdominal anterior uma agulha do tipo Pereyra é inserida e o tubo do expansor é trazido até a parede abdominal anterior onde a sua válvula é conectada e inserida no espaço sub-cutâneo.
Resultado: O seguimento médio ainda é muito pequeno, porém todas as pacientes ficaram continentes após a sua implantação. No primeiro caso em virtude de uma falha técnica o dispositivo teve que ser retirado em virtude de deiscência da ferida perineal.
Conclusões: O expansor peri-uretral parece uma boa alternativa para o tratamento da incontinência urinaria feminina quando utilizado sob a forma de sling.



index.1.jpg (1480 bytes)

| Resumos Comentados  | Links | Seção Experimental | Novidades | Autores | Apoio |
| Fórum de Discussão | Seção Pôster | Artigos de Revisão | Atualidades | Calendário | Conselho Editorial | Home |