As fístulas uretrovaginais ocorrem geralmente após a manipulação cirúrgica da parede vaginal anterior em procedimentos uroginecológicos. A diverticulectomia uretral é a principal responsável pelo surgimento da fístula, aparecendo como causa em 16 a 45% das pacientes1,2. Outras causas de fístula incluem a colporrafia anterior, lesões uretrais decorrentes do parto, radioterapia no tratamento de tumores vesicais, uretrais ou do colo uterino e o trauma da região, particularmente quando existe fratura dos ossos da bacia1,2.