Introdução e Objetivos: Incontinência urinária de esforço é um problema de saúde importante com impacto social e psicológico significativo sobre a vida das mulheres. Nós conduzimos o presente estudo para determinar a prevalência, freqüência, e tratamento dos sintomas da incontinência urinária de esforço (IUE) em uma população comunitária.

Pacientes e Métodos: Nós conduzimos uma investigação nacional por meio de carta, enviada para 45000 domicílios americanos. Um questionário de 14 itens foi enviado avaliando a prevalência e freqüência de sintomas de incontinência durante os últimos 30 dias. Cada questionário foi completado separadamente por adultos masculinos e femininos, membros do domicílio. A presente análise focou os sintomas de IUE em mulheres que responderam ao questionário com idade igual ou superior a 18 anos. A amostra foi desenhada a partir dos domicílios participantes do "National Family Opinion (NFO)", um painel representativo dos domicílios balanceados para comparar as distribuições do censo americano em múltiplos fatores. Sintomas de incontinência de esforço foram definidos como perda de urina devido ao ato de espirrar, tossir ou rir, se exercitar, levantar-se ou exercer atividade física. Sintomas de incontinência urinária de urgência (IUU) foram definidos ou como: (1) uma urgência para urinar sendo incapaz de chegar ao banheiro antes de perder urina, ou (2) uma perda urinária não decorrente das ações listadas na definição de sintomas de incontinência de esforço.

Resultados: Dos 45000 questionários enviados aos domicílios, 66% (29903) retornaram, e 82% (24581) dos questionários que retornaram incluíram uma mulher correspondente. Um total de 37% das mulheres que responderam relataram sintomas de incontinência urinária nos últimos 30 dias. Quarenta e um por cento das que responderam tinham apenas sintomas de IUE, 12% tinham apenas sintomas de IUU e 45% tinham sintomas de incontinência mista, de esforço e urgência (IUM). A média de idade dos entrevistados com IUE foi de 48 anos comparada a 61 anos para IUU, e 55 anos para IUM. Das entrevistadas relatando apenas IUE nos últimos 30 dias, quase 70% tinham apresentado sintomas por um ano, 57% relataram sintomas nos últimos sete dias, 37% usavam protetores ou outros materiais absorventes, e 24% tinham consultado um médico para IUE. Das entrevistadas com apenas sintomas de IUE nos últimos sete dias, 45% usavam protetores, 28% tinham consultado um médico (das quais 6% estavam tomando remédios para IU), e 26% tinham sintomas em mais da metade da semana.

Conclusões: Trinta e sete por cento das mulheres relataram sintomas de incontinência urinária nos últimos 30 dias e 41% tinham sintomas exclusivos de incontinência de esforço. Extrapolados para a população americana feminina, a incontinência urinária de esforço afeta aproximadamente 16 milhões de mulheres americanas.

OBJETIVOS

Determinar a prevalência e freqüência da incontinência de esforço, urgeincontinência, e incontinência mista em uma população comunitária nos Estados Unidos. Descrever a severidade da incontinência e o comportamento na busca de tratamento das mulheres com incontinência de esforço.

DESENHO DO ESTUDO

Ensaio nacional, em corte-transversal postado.
Amostra: 45000 domicílios americanos participantes dos estudos do “National Family Opinion”. Amostra balanceada para comparar as distribuições a partir do censo americano sobre fatores múltiplos (e.g. região geográfica, origem do domicílio, tamanho do domicílio, idade).
Questionário de 14 itens desenhado para ser preenchido pelo adulto masculino e feminino chefes do domicílio. A análise presente inclui apenas as mulheres entrevistadas.

DEFINIÇÕES DO DESENHO DO ESTUDO

Os entrevistados responderam sobre sintomas nos últimos 30 dias. Incontinência urinária de esforço (IUE): Perda de urina ao espirrar, tossir, se exercitar, levantar-se, exercer atividade física, ou rir. 
Incontinência urinária de urgência (IUU): Urgência para urinar e incapacidade de chegar ao toalete antes de perder urina ou perder urina não associado com os desencadeadores de perda aos esforços descritos acima. 
Incontinência urinária mista (IUM): Sintomas de perdas aos esforços e por urgência.  
66% (29903) dos questionários retornaram.
82% dos questionários que retornaram incluíram uma entrevistada feminina (n=24581).
37% das mulheres relataram sintomas de incontinência urinária (IU) nos últimos 30 dias. 

CONCLUSÕES

37% dos adultos femininos na comunidade relataram sintomas de incontinência urinária nos 30 dias prévios à entrevista. 86% das mulheres com quaisquer sintomas de IU tinham alguns sintomas de incontinência urinária de esforço. 
41% das mulheres com quaisquer sintomas de IU tinham sintomas apenas de incontinência urinária de esforço.
Extrapolados para a população feminina americana, a incontinência urinária de esforço afeta aproximadamente 16 milhões de mulheres americanas. 

Voltar